quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

80.Chakra Bindu, a fonte da juventude e da vitalidade

Está localizado debaixo do “redemoinho da cabeça”, qual redemoinho, a grande maioria das pessoas tem bem visível. Situa-se, exatamente, onde os ossos de trás e laterais do crânio se encontram, os occipitais e os parietais. A direção da corrente da energia cósmica que flui para dentro do chakra, pode ser vista bem claramente nesse ponto. Há pessoas que tem dois centros de energia por terem dois redemoinhos na cabeça. É comum que estas pessoas tenham muita vitalidade e criatividade, entretanto, por outro lado, podem apresentar tendências à hiperatividade e extremo nervosismo.

A maioria dos livros  de Yoga, não menciona esse chakra, mas o Tantra Yoga dá grande importância à cura e aos efeitos rejuvenecedores desse chakra, considerado um dos centros de energia mais misteriosos e extraordinários no corpo humano.
Quando este Centro de Energia está dormindo, sua aparência é como um ponto, mas quando acordado, sua energia começa a fluir ou gotejar. O chakra Bindu, produz efeitos realmente surpreendentes. É um “centro de saúde” que  traz à tona, melhorias na saúde física, psíquica e espiritual, sendo, consequentemente, uma valiosa ajuda para sua jornada espiritual. Ajuda também a aquietar nossas emoções e  traz harmonia e uma sensação de bem-estar.
Com a ajuda deste chakra somos capazes de controlar a fome e a sede, além da superação dos maus hábitos alimentares.

A concentração no Chakra Bindu pode ser muito benéfica para a depressão, nervosismo, sentimento de ansiedade e um sentimento despótico dentro do coração. Uma ligeira pressão com a unha no lugar no Chakra Bindu, dá lugar a uma espontânea sensação de felicidade que se estende até o coração. Quando uma criança está inquieta e não consegue dormir, fazer uma suave massagem  em movimentos circulares no Chakra Bindu durante alguns minutos, faz com que a criança brevemente se acalme e entre no sono.

Mas o mais importante efeito do Chakra Bindu, é a produção de Amrita, o Néctar da Imortalidade.

A nível físico, significa, que com o despertar do Chakra Bindu, a glândula pineal que está conectada a esse centro, se ativa.  Essa glândula, emite um hormônio que tem uma  “fonte da juventude” influenciadora de ambos, o  corpo e a mente. É por esta razão que nos Vedas os Rishis o chamou de Amrita, o Néctar da Imortalidade. Quanto mais ativo for o Chakra Bindu mais abundantemente flui o precioso fluxo Amrita que é o Néctar da Vida. É dito nos Vedas, que uma só gota concentrada, é suficiente para fazer crescer brotos em um pedaço de madeira seca e trazer o morto à vida. No Ayurveda este Nectar da Vida é conhecido como Sanjivini Bhuti. Há Yogis, que nada comem e se alimentam, exclusivamente, do Nectar do Chakra Bindu. Se fôssemos capazes de utilizar este elixir da vida para o nosso corpo, não só prolongaria a vida, mas também desfrutaríamos de uma saúde perfeita. Mas, infelizmente, esse precioso néctar normalmente goteja diretamente para dentro do fogo do Chakra Manipura também conhecido como Chakra Umbilical ou do Plexo Solar (Jataragni) e é queimado antes de desenvolver seus efeitos. Através de certas práticas de yoga podemos obter sucesso na captura das gotas de néctar no Chakra Vishuddhi e suprir o corpo. O Chakra Vishuddhi é responsável pela purificação e desintoxicação do corpo se ocorrer um desequilíbrio devido as substâncias nocivas. Ele é conhecido também como “centro de depuração”. “Shuddhi” em sânscrito quer significar “depurar.” É importante que se diga que ele é chamado de chakra da diplomacia, de puro relacionamento com outros.
Ele está situado na garganta dos seres humanos e tem dezesseis pétalas que cuidam das orelhas, do nariz, da garganta, do pescoço, da língua, dos dentes, etc. Este centro é responsável pela comunicação com outros, porque através de nossos olhos, nosso nariz, nossa fala e nossas mãos, nos comunicamos com os outros. À nível físico, ele supre o plexo cervical.

“O Sol está no umbigo e a Lua na cabeça. O néctar que vem da Lua é consumido pelo Sol, e a força da vida é gradualmente esgotada desta maneira”

Aqui a Lua representa o Chakra Bindu e o Sol o Chakra Manipura também conhecido como Chakra Umbilical ou do Plexo Solar, porque o néctar do Chakra Bindu é constantemente destruído no fogo do Chakra Manipura, nosso corpo é susceptível à doenças e segue deteriorando com o avançar da idade.
De fato a Alma é imortal, mas nesta existência terrena, estamos conectados com um corpo mortal. Somente neste corpo frágil, podemos atingir a realização espiritual e a liberação (Moksha). Entretanto, há yogis que se esforçam arduamente para manter seu corpo sano para maior longevidade possível e poderem assim, cumprir suas missões atuais.
O símbolo do Chakra Bindu é a Lua, que também se conhece como Chandra Chakra(Centro da Luz). Nos cosmos interiores que é visto pelo nosso olho interno na meditação, o Chakra Bindu parece ter uma abertura circular com uma tampa que o cobre quase que completamente, e daí uma luz brilha através de pequeno vão. Esse raio de luz que é a emanação do esplendor do Ser no Chakra Sahasrara conhecido ainda por Chakra da Coroa ou da Cabeça, é similar em aparência à fina lua média da lua nova. Esse chakra fica no topo da cabeça. Se o Chakra Bindu está totalmente desperto e aberto, brilha com um brilho prateado como o da lua cheia.
A lua é um símbolo de perfeição, néctar e energias e é o símbolo de Shiva, mas o Mantra do chakra Bindu é AMRITAM = eu sou imortal. A natureza recebe suporte vital prana da lua, permitindo o crescimento e a prosperidade de tudo, como o luar é também essencial para o crescimento das plantas e amadurecimento das frutas – não apenas a Luz Solar.


Thunna Burnama( Tȟuŋšila Heȟáka Pȟá) 

sábado, 14 de janeiro de 2017

79.Medo: Programa controlador da Terra.

Pensamentos e emoções criam a realidade da sua vida. Assim, pense apenas o que você deseja e quer e não o que não deseja e não quer.

Atualmente virou moda na internet, ver uma boa quantidade de  canalizações, que dizem supostamente ser originadas da Luz Divina. Deve-se saber, que a maioria dessas canalizações que tem chegado a você, não provém da Luz Divina, são de outros extraterrestres os quais não estão a serviço da Luz Divina, mas da falsa-luz. Pertencem a hierarquia da falsa-luz. Essa hierarquia plagiadora e mentirosa utiliza as pessoas que podem canalizar, mas que não são suficientemente espirituais para ver com quem estão lidando. A falsa-luz utiliza o nome da Luz Divina para enganar a quem se fizer crer nas suas desinformações. É uma isca lançada para pegar os despreparados da Luz Divina. Querem que você esteja “sonhando em berço esplêndido” como que se tudo na Terra estivesse as mil maravilhas, quando não é bem assim.  A hierarquia da falsa-luz formada pelos Grays Baixos, os Gays Altos, os Alpha Draconianos, os Reptilianos Nativos, os Sirianos do planeta Sirius B e os Anunnakis criam pesadíssimos conflitos etéreos e não-etéreos para a posse da Terra. A falsa-luz utiliza de iscas, especialmente naqueles que acreditam e se deixam encantar pelas crenças religiosas, pelas pregações ambiciosas de pastores e pela mídia,com o propósito de incutir o medo e a culpa. Estipulam datas de acontecimentos cósmicos para lhe amedrontar e querem que você fique numa espera interminável porque esses eventos nunca se realizam. A Luz-Divina tem trabalhado ferrenhamente durante esta Transição Solar, para que tudo possa ser amenizado, mas a hierarquia da falsa-luz é esperta, maledicente e gananciosa e lança iscas a todo momento através das crenças, das pregações, das doutrinas e da mídia, porém nada tem acontecido durante décadas e décadas à fio. Eles mentem para iludir, limitar e levar-lhe o medo, o desespero e a culpa, pois se alimentam de sua energia de baixa freqüência. As pessoas perdem seu tempo sendo iludidas pelas crenças e pregações ardilosas de pastores, que “tomam” o seu dinheiro, e levam você a crer que tudo está bem. A Luz Divina não interfere na soberania da Alma.
Os Seres da Luz respeitam as leis cósmicas que dizem, entre outras, que nenhum ser deve sugar ou invadir o espaço soberano do ser encarnado (canalizar ou incorporar) bem como não invadir outro planeta. A Luz usa a telepatia se deseja enviar mensagem para os, verdadeiramente, preparados na Espiritualidade Superior, e tudo acontece no coração, pois que o coração é a mente do espírito.
A Luz jamais estabelece datas terrestres, porque o futuro não é fixo e não é dependente de qualquer data ou tempo terrestre. O futuro muda a cada segundo, de acordo com a energia do pensamento e emoções da grande  população terrestre. Assim, há muitas possibilidades para o futuro. 
As energias estão mudando e aumentando e o pensamento linear não funciona mais, por isso é por demais necessário que utilize o pensamento esférico, observando assim os variados ângulos de qualquer situação. É importante manter, a todo momento, conexão  com a Fonte Soberana da Luz, do Poder e da Vida para a manutenção de sua iluminação divina.

Lembre-se, não  há vitórias em sua existência se você se deixa enganar pelas religiões, suas doutrinas e pregações. Você é Ser Divino, soberano e se governa por si próprio, enquanto que com religião você só terá limitação, opressão, enfermidades e doenças, escravidão e pobreza. Você veio a este mundo por iniciativa de sua Alma para ser soberano, livre e liberto em busca  da sua ascensão. Não se deixe enganar pela iniciativa do império romano que criou o cristianismo e pelos seus patriarcas que mataram centenas de milhares de Almas e continuam  enganando.
Thunna Burnama(Thuŋšila Heháka Phá) 

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

78.A impostura indutiva da igreja.

Há cerca de dois mil anos que a igreja vem subestimando a capacidade do ser humano com as suas “histórias da carochinha”, com as suas orações e pregações induzidas, sem falar na bíblia, que é cheia delas. Está bem claro que o propósito da igreja não foi de “faz de conta”, mas, concretamente, de culpar, de limitar, de submeter, de empobrecer e de dominar pela indução passiva.
A Espiritualidade não aceita manipulações mas a religião e suas doutrinas  criam e amparam  a todas elas, e como somos seres de natureza iluminada buscando o amparo da Fonte da Luz,  para atingirmos a nossa meta na mais alta Dimensão da Luz, sabemos de pronto, que aonde há Luz Divina, não há lugar para as manipulações das crenças religiosas e suas doutrinas.
Foi em Avyon, planeta do Sistema Vegan, da Constelação de Lyra, que a espécie humana foi originalmente semeada e desenvolvida pelos Seres-Leão, que acasalaram com os humanos Pleiadianos de pura descendência Lyriana, e não conforme narra os escritos religiosos.

A Casa Real estabeleceu-se nas Plêiades há muitos milhares de anos atrás. Os ancestrais dos Pleiadianos receberam as Plêiades como a sua nova casa, dada pelos nove fundadores do nosso Universo que é chamado de Nebadon, porque o planeta original deles, o Lyria-Avyon tornou-se inabitável.
As Plêiades são, portanto, a base atual de todas as civilizações humanas em nossa Galáxia, que veio substituir, há muito tempo, o Sistema de Vegan.
Avyon tinha dois Sóis e um firmamento tal qual um paraíso tropical, e os seres de lá eram feminilizados por suas próprias escolhas, razão porque não havia como alcançar maior crescimento populacional e se estagnaram. Tiveram então que buscar outros seres não-feminilizados para o crescimento populacional.
Foi assim que tudo aconteceu !
Thunna Burnama (Thuŋkášila Heháka Phá )

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

77.A Lei do "bate-e-volta" (causa e efeito)

Destruir um ser vivo, seja humano, animal ou a Natureza, cria um pesadíssimo atraso evolutivo no caminho do indivíduo, e em consequência, a Terra – que é um Ser vivo -, terá que se limpar curando-se de toda essa energia doentia, maligna, com, inundações, tsunamis, terremotos, furacões até mesmo inversão de polo, o que já aconteceu há alguns milhares de anos destruindo civilizações inteiras.

Quando o ser humano adoece, ele procura alguma medicação para curar o seu corpo físico, esquecendo-se, certamente, de “dar o remédio necessário” ao seu espírito, que anseia pelo equilíbrio evolutivo, porque a doença é o último estágio de desequilíbrio energético do espírito.
Também o Ser vivo Terra, se desequilibra com as energias doentias, malignas, negativas do ser humano não importando se por pensamento, emoções ou ações.

As pessoas da Terra têm que se conscientizar que TUDO está conectado a tudo e que TUDO é Energia. Portanto tudo o que você pensa, deseja ou faz à outrem,(ser humano, animal, natureza...) que nada mais é do que o “seu companheiro de jornada”, “cria” a sua realidade de vida  nesta ou em outras existências; mas cria com certeza, voltando a você de forma positiva ou  negativa, dando origem aos bloqueios que somente o Ser Espiritual consegue acessá-los na sua akasha, que registra todas as suas existências desde a criação de sua Alma.
É a Lei do “bate-e-volta”.
Pense nisso, antes de maltratar ou matar um animal, prender um pássaro na gaiola, cortar árvores, destruir ou contaminar nascentes, ofender a seu próximo, se prender à crenças, doutrinas e associações de cunho secreto,  induzir alguém ao erro, etc., etc., etc., Tudo está interconectado.Tudo que está na Natureza é um Ser vivo, seja a terra, uma pedra, uma árvore, a água... 

“Cientes de que somos seres espirituais multidimensionais e eternos viajantes cósmicos e de que a religião e suas doutrinas, são obras ego-pretensiosas do homem induzidos pela ambição, para limitar e aprisionar o próprio homem, a liberdade e a ascensão espiritual  só sobrevirão, quando o homem tiver absoluta consciência disso”.
Thunna Burnama (Tȟuŋkášila Heȟáka Pȟá)



segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

76.A Sábia "Escola" da Abastança.

Para muitos, senão a maioria na Terra, “prosperidade” é “dinheiro” porque assim é que essa energia tem chegado à humanidade ao longo dos séculos, mas, prosperidade não é somente a energia do dinheiro, mas  a energia da abundância que permeia  todas as áreas de sua existência, como a da saúde, da felicidade, do emocional, do espiritual, da alegria, do sucesso... Em outras palavras, “prosperidade” é a energia da abundância, da fartura, da abastança, que é parte integrante das Leis que regem a Natureza.
A afirmativa de que a prosperidade diz respeito apenas à energia do dinheiro e de que é uma energia “pecaminosa”, densa e suja, árduo de tê-lo, é falsa, hipócrita e pretensiosamente limitativa, que chegou à humanidade terrena pela igreja para sugar fiéis para o seu rebanho, e assim controlá-los com rédeas curtas como tem sido feito desde os tempos idos.
Os pretensiosos “comandos ardilosos” da igreja, com o propósito de “atar” a humanidade à ela, foram, pouco à pouco, muito sutilmente, sendo  gravadas na memória do ser humano terreno, inclusive a de que  quem tem dinheiro não vai para o “céu”, como ela fizéra também com a energia sexual, condenando-a sobremaneira e tiranizando à todos dessa energia, quando sabemos da real afinidade dessa energia com a evolução espiritual.

“As religiões querem lhe ver pobre, miserável, limitado, submisso e com medo. Assim, elas ‘ganham’ adeptos, posses, posições, ‘escravos’ e grandes ‘lucros’. Os patriarcas das religiões e seus pregadores querem viver como ‘monarcas’ e para isso, você deve ser o plebeu e acatar suas pregações dizimeiras ardilosamente gananciosas”.

A Energia do dinheiro é uma energia como outra qualquer, que não deve ser ociosa, mas cíclica para trazer os inúmeros benefícios de direito divinal da humanidade. Permita, pois que esta energia chegue à você diariamente mentalizando e repetindo diariamente comandos de energias positivas para que o dinheiro flua natural e fartamente na sua existência. Comandos como estes ensinados pela Luz: “A energia da prosperidade está na minha vida. Portas se abrem; o dinheiro aparece; meu prestígio cresce; sou abençoado”.
É importante processar comandos positivos como este para que chegue ao seu interior naturalmente desprogramando o propósito tendencioso da igreja. Lembre-se que pensamentos, emoções, falas e ações são energias, que - se positivas -,  criam a natural e real qualidade de vida na sua existência. Sinta, pois, a cada momento do dia o desejo da abastança e  prosperidade na sua vida, proferindo apenas comandos positivos ao Universo, e crie critérios harmoniosos de compartilhamento de amor incondicional com os seus companheiros caminheiros.

O Universo dispõe de toda prosperidade que naturalmente herdamos da  Soberana Criação e nos é de direito. Entretanto temos de nos proteger dos “patriarcas da ganância” que buscam a limitação e o domínio da humanidade através de comandos ambiciosos e deletérios.
Viemos ao Planeta Terra por nossa opção para experienciar situações, sermos livres, libertos de doutrinas, crenças e suas pregações e sermos afortunados, abundantes e felizes, para aprender, passar ensinamentos recebidos do Alto e compartilhar tais ensinamentos com os nossos companheiros do Caminho. “Compartilhar” quer realmente significar participar, compartir, tomar parte, dividir e não “vender” como tem acontecido muito à miúde, com ministrantes de cursos terrenos que cobram altíssimos preços emitindo diplomas e certificados que  nada representam para a Espiritualidade Superior,  quando TUDO está disponível para todos nós sob as Energias de Luz do Multiuniverso. Somos soberanos !
A Luz Divina é a nossa Mestra e o Planeta Terra a Sábia “Escola” da Abastança, de  ensinamentos gratuitos disponíveis a todos que a buscam.
Não temos de aceitar, concordar ou acalentar a pobreza, a doença, a miséria, a desilusão ou dificuldades afins em nossa existência conforme reza certos livros de crenças religiosas e doutrinas; somos os únicos herdeiros da Abastança da Luz Divina,  e Assim é.

"O medo é um programa de controle da hierarquia da falsa-luz na Terra, que estão usando na mídia e nas religiões, para bloqueá-lo de ser espiritualmente abastado. Abra seu chacra do coração e deixe que o Amor de sua Alma brilhe. Com o Amor Incondicional você está preparado para as transformações que vem chegando  à Terra; com Amor Incondicional em seu coração, você está preparado para as Altas Energias de Luz, que irão trazer conhecimento universal a você."
Thunna Burnama (Tȟuŋkášila Heȟáka Pȟá)


                                                                                                            

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

75.Casamento religioso, "passaporte" para o sexo.

Sabemos que Espiritualidade é liberdade ampla, porque representa o livre arbítrio da Alma em experienciar fatos e ações que ela deseja e precisa, durante as suas existências carnais para a sua sabedoria, buscando assim, atingir a Alta Frequência da Luz para o retorno ao Lar Espiritual.
A Alma – Obra da Soberana Fonte da Luz -  foi criada para ser livre e soberana,  tendo a arbitragem de escolher, inclusive, o meio de seu encarne.Sem essa soberania da Alma, recebida do Compartilhamento Divinal da Fonte Criadora, a Alma jamais alcançaria a Unicidade. Esse foi o propósito da Fonte da Luz Criadora no início dos tempos, compartilhando a Incondicionalidade de seu Amor e soberania  à todas as Almas existentes. Como somos Luz Divina, iluminados pela Fonte, recebemos, desde a origem da Flor da Vida, todos os méritos da Luz, sendo a Liberdade, a regência da Soberana Fonte Criadora. Portanto, normas, leis, regras, exigências, crenças, seitas, dogmas e doutrinamentos, nada, absolutamente nada, tem a ver com a Espiritualidade Superior, mas com a religião, que veio desde o início dos tempos, com seus propósitos iracundos e engodados, limitar, oprimir, ceifar e buscar o domínio do ser humano terreno.

A religião atingiu de cheio a humanidade terrena em todas as áreas da existência, e nesta área específica,  “aliança, casamento, sexo...”, o “estrago” foi enorme, porque induziu ao medo, à dependência, à culpa e ao inexistente pecado e inferno,  criado pela igreja para levar o “pecador” ao pagamento de altas indulgências.   
São dezenas de séculos de opressão e domínio causando sério atraso na evolução dos povos e, consequentemente, no Planeta. O ponto de partida foi condenar o ato sexual antes do “casamento” para levar o atuante à culpa para pagamento de indulgências, uma vez sabendo a igreja, da sacralidade e importância energética da energia sexual. Sem ela, não há evolução energética, uma vez que o ato com Amor Incondicional, é uma permuta de energia positiva demasiadamente necessária à vida do ser humano.
A igreja impõe a manutenção dessa união, mesmo quando conflituosa, o que tem levado a mulher a uma vida de verdadeira dominação do marido. O casamento da igreja é, nada mais, que “o passaporte para  relações sexuais” entre ambos, mesmo em desamor, obrigando a mulher a ceder aos caprichos do marido, quando sexo – com Amor Incondicional - é a energia necessária  à evolução do ser, mas quando um engodo e contra vontade, é energia deletéria que causa um pesadíssima carga energética negativa.

A “aliança de casamento” usada na Terra para selar uma união, é um aro sem qualquer valor espiritual, senão “um comando” que aprisiona e obriga a mulher a servir sexualmente ao marido, mesmo que numa união condicionalmente conflituosa, que por receio ou medo, a mulher sede aos caprichos do marido.
O ato sexual é condicionado ao desejo mútuo de Amor Incondicional e não de intimidação/obrigação legal; é um ato físico pela condição encarnada dos humanos na Terra, mas de fundamento espiritual.

Nos planetas onde os seres são multiformes e multigenos(poder assumir variadas formas e gêneros sexuais) as religiões e doutrinas são banidas e esse ato de Amor Incondicional acontece livre e responsavelmente entre os seres, após a idade formal dos seres,  onde não há o machismo e a intolerância.

A aliança de casamento nada mais é, pois, que uma tradição da sociedade religiosa dominadora que nada tem de Espiritualidade Superior.
Thunna Burnama (Tȟuŋkášila Heȟáka Pȟá)

domingo, 25 de dezembro de 2016

74.A "isca" foi lançada.

Não há ascensão existencial se você “morder a isca” lançada pela religião suas doutrinas e pregações e se prender aos oceanos de conceitos textuais limitadores, opressivos e controladores da igreja, que desde os primórdios da Terra, vem iludindo e apropriando dos bens do povo quando não, matando e trucidando mais seres humanos, que todas as guerras juntas  !!!
Sua Alma escolheu vir à Terra pelo anseio à liberdade. Somos Seres Espirituais, Evolutivos e Multidimensionais,  ‘eternos viajantes cósmicos’, que viemos para ser livres e abundantes, libertos de limitações, opressões e domínio; livres de crenças religiosas infundadas, controladoras e ambiciosas; livres do orgulho, do preconceito e da corrupção. Não somos culpados, devedores e sequer pecadores, mas Caminheiros Cósmicos em busca de nossa ascensão espiritual.

Não se deixe enganar por conceitos textuais e pregações astuciosas que têm matado centenas de milhares de Almas inocentes pela desinformação, ganância e poder. Você esteve a todo esse tempo orando por extraterrestres que há séculos visitaram a Terra e foram “confundidos” como “seres milagrosos”, “santos” e “deuses”. Não se iluda, busque a Luz Maior nas meditações diárias, em você mesmo porque o Universo está em você.
Somos Centelhas da Luz Criadora, que juntamente com todos, compomos o Corpo de Luz do Universo.

Desperte para a sua saúde física e espiritual, para a sua ascensão, porque  a sua Alma almeja estar num corpo sadio para uma evolução mais altiva.para a “próxima jornada”, se assim for o seu desejo.

As religiões e seus escritos, são elementos hostis criados pelo próprio homem aliciado pelo sistema, para manipular, controlar e debilitar a capacidade individual e coletiva da raça humana ao longo do tempo, e que vem legitimar a anarquia, seus assassinatos, o racismo, o domínio, o preconceito à sexualidade e à homofobia.
Thunna Burnama (Tȟuŋkášila Heȟáka Pȟá)